Preparar e dar resposta rápida às emergências nas empresas é função da nova ISO 45001

Por redação do Instituto Treni

O texto das normas regulamentadoras deve apontar sempre qual a melhor direção e especificação técnica para a efetiva segurança dos trabalhadores e qualidade na produção de bens e serviços. A famosa norma internacional ISO 9000 para a gestão da qualidade foi uma das pioneiras, aceita e praticada também no Brasil.

Outra conhecida é a ISO 14000 para a gestão do meio ambiente. Já a OHSAS 18001, para gestão em saúde e segurança do trabalho, está migrando para a ISO 45001, e é sobre esta que trata este texto. A norma de SST ajuda a empresa a prover um ambiente de trabalho seguro e saudável, evitando acidentes e lesões relacionadas às atividades laborais. Há empresas que já estão bem adiantadas com o processo de elaboração dos procedimentos a serem implantados. Segundo a ISO 45001, a preparação e resposta de emergência em ambientes ocupacionais é um dos destaques que devem ser seguidos para minimizar danos materiais e humanos.

A organização que se certifica pela ISO 45001 terá capacidade de manter respostas a potenciais situações de emergência, incluindo o estabelecimento de ação planejada para situações de urgências e incidentes, incluindo a previsão de primeiros socorros. Por exemplo, um trabalhador que está em atividade em altura, e mesmo utilizando o sistema de segurança, pode cair e ficar pendurado pelo cinto. Nesse caso, deve-se conhecer e aplicar os procedimentos para retirá-lo sem risco à sua integridade física.

Há situações arriscadas nos trabalhos em espaço confinado também, como uma cisterna, podendo haver vazamento de gases tóxicos. Como retirar o trabalhador de lá prontamente, impedindo que ele seja intoxicado e morto? Todas essas questões estão descritas na ISO 45001. Além de incluir a previsão de primeiros socorros, é necessário providenciar previamente o treinamento para a resposta planejada. É preciso testar e exercitar periodicamente a capacidade dessa medida. Precisa-se ainda elaborar treinamentos simulados, para saber o que deve ser feito numa situação real. Avaliar o desempenho e, se necessário, revisar a resposta planejada, inclusive após o teste e, em particular, após a ocorrência de situações de emergência.

No simulado, é importante avaliar o desempenho, verificando se houve problemas, buscando melhorar continuamente o procedimento. Comunicar e fornecer informações a todos os trabalhadores sobre seus deveres e responsabilidades, e não apenas aos membros da brigada de emergência.

Finalmente, a empresa precisa manter e reter informação documentada sobre os processos e os planos para responder às potenciais situações de emergência. A ISO 45001 tem um papel decisivo na vida das empresas porque como diz o ditado: prevenir é melhor do que remediar.

Leave a Comment